30 Picos mais altos do Brasil, programe sua próxima aventura!

Os picos mais altos do Brasil

Desde os primórdios os homens já escalavam as montanhas e buscavam muitas vezes os picos mais altos. E até os dias de hoje isso não é dissemelhante! Muitos turistas viajam em procura de encontrar quais são as picos mais altos ou os mais bonitos do Brasil para visitar.

Se você gosta de escalar montanhas, ou portanto se você tem temor, mas gosta de considerar essa verdadeira venustidade da natureza, portanto se prepare e confira agora uma lista de picos mais altos do Brasil.

Veja nossa lista com mais de 30 picos espalhados pelo Brasil:

O Pico da Neblina, localizado no setentrião do Amazonas, na Serra do Imeri, é o ponto mais cima do Brasil com 2.994 metros de altitude (mensuração revista por satélite/GPS pelo IBGE em 2004). Dá nome ao Parque Pátrio do Pico da Neblina, onde está situado. Localiza-se no município de Santa Isabel do Rio Preto, mas a cidade mais próxima é São Gabriel da Catarata.

Pico da Nblina – 2.994 metros

O segundo ponto mais cima situa-se a meros 687 metros da fronteira com a Venezuela no Pico 31 de Março (altitude de 2.972,66m), conforme determinado por uma percentagem demarcadora de fronteiras em 1962.

Pico 31 de Março – 2.972,66 metros

O Pico da Bandeira é o ponto mais cima dos estados do Espírito Santo e de Minas Gerais, uma vez que também de toda a Região Sudeste do Brasil. É também o terceiro ponto mais cima do país, com 2.891,98 metros de altitude (mensuração revista por GPS pelo Projeto Pontos Culminantes do Brasil, do IBGE e do Instituto Militar de Engenharia, em 2004).

O pico possui esse nome porque, por volta de 1859, o imperador Pedro II determinou que fosse colocada uma bandeira do Predomínio naquele que, na estação, era tido uma vez que o ponto mais cima e imponente do Brasil.

Pico da Bandeira – 2.891,98 metros

O Pico do Calçado faz segmento do Pico da Bandeira uma vez que um sub cume com 2.849 metros de altitude, de consonância com o Projeto Pontos Culminantes do Brasil. É também, a segunda serra mais subida dos estados do Espírito Santo e de Minas Gerais.

Pico do Calçado – 2.849 metros

A Pedra da Mina ou Pico Pedra da Mina é a quarta serra mais subida do Brasil e está situada na Serra da Mantiqueira, na lema do estado de São Paulo com o estado de Minas Gerais. Com 2.798,39 m de altitude (mensuração revista por satélite/GPS pelo IBGE em 2004), é o ponto culminante da Serra da Mantiqueira e do estado de São Paulo, e a terceira serra mais subida do estado de Minas Gerais.

Pedra da Mina – 2.798,39 metros

O Pico das Agulhas Negras, com 2 791,55 metros de altitude, é o ponto culminante do estado do Rio de Janeiro, o quarto ponto mais cima do estado de Minas Gerais, e o sexto mais cima do Brasil.

Está localizado na Serra da Mantiqueira, entre os municípios fluminenses de Itatiaia e Resende, e o município mineiro de Bocaina de Minas, na segmento subida do Parque Pátrio de Itatiaia.

Pico das Agulhas Negras – 2 791,55 metros

O Pico do Cristal é o sexto mais cima pico brasiliano, com 2.769,76 metros de altitude, segundo a mensuração revista pelo IBGE e pelo Instituto Militar de Engenharia, através do Projeto Pontos Culminantes do Brasil.

Localiza-se na Serra do Caparaó, dentro do Parque Pátrio do Caparaó, no município de Tá Caparaó, Estado de Minas Gerais, a 20º 26′ 37″ de latitude sul e 41º 48′ 42″ de lonjura oeste.

Pico do Cristal – 2.769,76 metros

O Monte Roraima é uma serra localizada na América do Sul, na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana. Constitui um tepui, um tipo de monte em formato de mesa bastante característico do planalto das Guianas. Possui 2.734 metros de altitude.

Monte Roraima – 2.734 metros

Criado em 1937, o Parque Pátrio de Itatiaia possui duas portarias que separam a mesma superfície demarcada em dois ambientes distintos. Na segmento baixa, árvores centenárias e vegetação típica de Mata Atlântica, compõem a suplente repleta de cachoeiras e poços ideais para banho, no entanto é na segmento subida que se concentra a façanha, a paisagem muda, e as matas dão lugar aos campos rupestres compostos por rochedos de formas variadas e vegetação rasteira que espreitam as grandes montanhas dessa porção extremamente fria do país, que já esteve coberta de neve mais de uma vez.

O Morro do Couto possui 2.680 metros de altitude é a primeira serra que se alcança a partir da portaria do parque, e pode ser vencido em duas horas de jornada fácil. A serra é frequentada por muitos escaladores em procura das diversas vias com variados graus de dificuldade. Outra rota para se atingir o cume, é saindo do Pico das Prateleiras e seguindo pela crista da serra até o cima. Do topo tem-se uma vista incrível do Pico das Agulhas Negras e da Serra Fina.

Leia mais:  Vencedora do The Circle Brasil fala sobre autoestima e relação com dança - 19/08/2020

Morro do Couto – 2.680 metros

A Pedra do Sino de Itatiaia é uma elevação montanhosa localizada na Serra da Mantiqueira, no Parque Pátrio de Itatiaia, próxima ao Pico das Agulhas Negras. Possui 2.670 metros de altitude.

Localiza-se na lema dos municípios de Itamonte e Bocaina de Minas, no estado de Minas Gerais e é a sexta serra mais subida do estado (posteriormente os Picos da Bandeira e do Calçado, a Pedra da Mina e os picos das Agulhas Negras e do Cristal) e a segunda mais subida localizada inteiramente dentro do estado. É o terceiro pico mais cima do Parque Pátrio de Itatiaia e o décimo do Brasil.

Pedra do Sino de Itatiaia – 2.670 metros

O Pico dos Três Estados é uma serra em tal qual topo está o ponto onde se encontram as divisas geográficas dos estados brasileiros de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo (respectivamente, municípios de Passa Quatro, Resende e Queluz). Suas coordenadas são: 22º 25′ 24″S e 44º 48′ 48″ W. Possui a altitude de 2.665 m e encontra-se localizado na extremidade oriental da Serra Fina, uma seção da Serra da Mantiqueira, próximo à Pedra da Mina e ao Pico das Agulhas Negras.

Pico dos Três Estados – 2.665 metros

A Pedra do Altar está a 2.665 m de altitude. Localização peculiar por estar na segmento médio do parque Itatiaia, podendo divisar os principais cumes do Planalto, seus vales ao volta e percorrer a trilha ao lado do imenso rochoso das Agulhas Negras.

Pedra do Altar – 2.665 m

O Morro da Cruz do Preto com 2.658 metros de altitude, localizado na Serra do Caparaó, na lema dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, o Parque Pátrio do Caparaó é um importante ícone do montanhismo no Brasil. Do lado mineiro sua ingressão fica no Município Tá do Caparaó e sua ingressão pelo lado capixaba deve seguir para o município de Dores do Rio Preto e rumar sentido ao província de Pedra Moçoila.

Morro da Cruz do Preto – 2.658 metros

O Pico do Tesouro com 2.620 metros de altitude faz segmento do Parque Pátrio do Caparaó, localizado na lema entre os estados do Espírito Santo e Minas Gerais.

Pico do Tesouro – 2.620 metros

O Pico dos Marins fica situado na lema dos municípios de Piquete e Cruzeiro, no estado de São Paulo, Brasil. Localizado na Serra da Mantiqueira, seu cume está 2.420 metros supra do nível do mar. Formado por um grande maciço rochoso com paredões íngremes, a serra é um importante direcção para quem pratica trekking.

Pico dos Marins – 2.420 metros

Pico do Garrafão é imponente devido a localização geográfica encontrada na região. O Garrafão é a serra de maior altitude em toda a Serra do Papagaio com  2.359 metros, localizado no Município de Alagoa – MG.

(*30*)
Pico do Garrafão – 2.359 metros

O Pico Maior de Friburgo é uma formação montanhosa com altitude de 2.366 metros, situada no município de Novidade Friburgo (RJ), sendo o ponto culminante de toda a Serra do Mar brasileira. É um dos “Três Picos de Salinas”, todos localizados no município de Novidade Friburgo, e com altitude superior a 2.000 metros de altitude, tendo estes oferecido o nome ao Parque Estadual dos Três Picos. É muito procurado para a prática de montanhismo.

Pico Maior de Friburgo – 2.366 metros

A Pedra do Sino, com 2.275 metros de altitude, é o ponto culminante do Parque Pátrio da Serra dos Órgãos e da cidade de Teresópolis, no estado brasiliano do Rio de Janeiro. É um lugar muito procurado por montanhistas e alpinistas para a prática de diversos esportes e atividades turísticas.

Seus vales e penhascos imensos e várias plataformas de reparo oferecem uma visão panorâmica de toda região.

Atualmente, suas trilhas vem sendo usadas por muitos visitantes que buscam um lugar tranquilo para entrar em contato com a natureza, aproveitar um visual singular e respirar o ar puro da serra.

Pedra do Sino – 2.275 metros

O Pico da Caledônia é uma das maiores elevações da Serra do Mar e que fica situado entre as cidades de Novidade Friburgo e Cachoeiras de Macacu, na lema entre os dois municípios, inserido no Parque Estadual dos Três Picos. Com 2.257 metros de altitude, possui uma das mais belas vistas de Novidade Friburgo e de outras localidades próximas podendo-se até visualizar a Baía da Guanabara e uma segmento da cidade do Rio de Janeiro.

Pico da Caledônia – 2.257 metros

O Pico do Selado é um dos picos da Serra da Mantiqueira, na porção limítrofe entre o província de Monte Verdejante no município de Camanducaia, Minas Gerais, Joanópolis, em São Paulo e o província São Francisco Xavier, na cidade de São José dos Campos, também em São Paulo. Tem altitude de 2.082 metros.

Pico do Selado – 2.082 metros

Pico do Sol o mais cima da Cárcere do Espinhaço, 2.072 metros. Para aqueles que ousam desafiar os limites do corpo, a Serra do Caraça possui sete picos.

Leia mais:  João Appolinário, o tubarão mais influente do Shark Tank Brasil – Presleyson Lima

É bom ressaltar que para vencer os obstáculos naturais destas trilhas, que minam a resistência de quem se arrisca, é preciso ter bom preparo físico, boa coordenação motriz e estar escoltado dos Guias Cadastrados no Caraça.

Segundo alguns, “o coração parece saltar pela boca”. No entanto, todo esse esforço é recompensado pelas paisagens indescritíveis e pelas belezas típicas de cada pico. Somente quem vence a serra pode descrever, se houver palavras, a sensação própria de cada subida e da vista que se pode contemplar.

Pico do Sol – 2072 metros

O Pico do Inficionado 2.068 metros.

Todas as trilhas que levam ao Pico do Inficionado atravessam o mosaico originário característico das áreas de transição da Mata Atlântica para o Concentrado, entremeadas pelos Campos de Altitude e pelos Campos Rupestres.

São 5 km até a base do Pico. No início, a subida é potente e íngreme, exigindo grande esforço e o uso das mãos para vencer os obstáculos. O que só reforça a exigência de que oriente caminho seja sempre feito com o comitiva de Guias Cadastrados no Caraça. Em seguida esta lanço, a subida é menos fatigante, passando por diversos platôs que permitem observar as belas paisagens e relaxar antes do ataque final.

A última temporada também é uma subida acentuada, passando por uma laje de pedra muito inclinada. O esforço é grande, mas a chegada é um espetáculo à segmento. Depois de pelo menos 9 km, chega-se ao cume do Inficionado. Uma estátua gigantesca!

O Inficionado é um pico incomum, recortado por fendas profundas, em quase todas as direções, formando uma paisagem única, de venustidade indescritível. Além do mais, lá está o maior escuridão de mundo em quartzito: a Gruta do Centenário.

Realmente, só uma vocábulo aproxima-se de sua definição: surreal

Pico do Inficionado – 2.068 metros

O Pico do Itambé com 2.052 metros de altitude, localizado na Serra do Espinhaço, no estado de Minas Gerais, entre os municípios de Serro e Santo Antônio do Itambé. Também chamado de “teto do sertão mineiro”, o Itambé é um dos pontos mais altos da Serra do Espinhaço e do interno mineiro. De cima, a vista domina mais de uma centena de quilômetros ao volta do pico.

Picos
Pico do Itambé – 2.052 metros

Pedra de São Domingos é uma elevação rochosa do estado de Minas Gerais localizada na Serra da Mantiqueira no extremo sul do estado. Possui 2.050 metros de altitude, localiza-se entre os municípios de Regato do Bom Jesus, Paraisópolis e Camanducaia.

Picos
Pedra de São Domingos – 2.050 metros

O Pico da Carapuça 1.955 metros é o mais próximo e ao contrário do que se possa imaginar, nem por isso deixa de exigir muito esforço físico, suavizado, é evidente, pelas belezas naturais da trilha. São em média 6 km de jornada.

A segmento mais fácil do caminho leva até a Gruta de Lourdes, passando pela Capelinha do Sagrado Coração de Jesus. As subidas deste trecho são para testar o fôlego e aquecer a musculatura. O trecho mais pesado e mais íngreme está logo depois da Gruta, na subida pela mata, por caminhos mais escondidos e de chegada difícil, por não estarem marcados e sinalizados. São exatamente essas dificuldades que exigem o comitiva de Guias. A vantagem desta complicada e difícil subida é ser feita toda ela sob a sombra das árvores, suavizando o calor e a incidência dos raios de sol, sem relatar a venustidade que enche os olhos dos visitantes, pela grande variedade de espécies naturais.

Todo zelo é pouco. Há trechos escorregadios e outros que exigem o espeque das mãos. Saindo da mata, encontra-se um platô, quase no topo, de onde se tem uma vista maravilhosa, verdadeiro prenúncio do que virá pela frente. Daí começa-se a contornar o Pico. Rochas esculpidas pelo tempo dão asas à imaginação. Pouco depois o topo.

Picos
Pico da Carapuça – 1.955 metros

Pico da Canjerana 1.890 metros.

A partir do Campo de Fora, a trilha vai ziguezagueando morro supra e a bela paisagem se encarrega de mascarar o cansaço. A vista, lá de cima, é um tanto quanto antagônica. De um lado, a visão desoladora de uma mineração limítrofe à superfície da Suplente do Caraça, de outro o empíreo caracense.

Na volta, a dica para aqueles que ainda têm um pouco de força nas pernas é saber também o Belvedere, um pouco mais plebeu que a Canjerana, porém um lugar de rara venustidade e vista estonteante

Picos
Pico da Canjerana – 1.890 metros

O Pico Paraná é a serra mais subida da Região Sul do Brasil. É uma formação rochosa de granito e gnaisse, entre o município de Antonina e Planura Grande do Sul, no conjunto de serra chamado Ibitiraquire, que na língua tupi significa “Serra Verdejante”. Ele foi revelado pelo pesquisador boche Reinhard Maack através de suas incursões na Serra do Mar no estado do Paraná, vindo daí seu nome de batismo.

Leia mais:  Quem ganhou a prova do líder do BBB 21: Maratona de dança resistência

Sua altitude foi aferida em 1.877,392 m com uso do Sistema de Posicionamento Global por três equipes da Universidade Federalista do Paraná.

Picos
Pico Paraná – 1.877 metros

O Observatório Pico dos Dias ou OPD é um observatório astronômico localizado entre os municípios de Brazópolis e Piranguçu, a 37 km de Itajubá, Minas Gerais. É operado e mantido pelo Laboratório Pátrio de Astrofísica. Se localiza a 1.864 metros de altitude.

Picos
Observatório Pico dos Dias – 1.864 metros

O Pico Caratuva é a segunda serra mais subida da Região Sul do Brasil, com estimativa de altitude de 1.860 metros. É uma formação rochosa de granito e gnaisse, entre o município de Antonina e Planura Grande do Sul, no conjunto de serra chamado Ibitiraquire. O nome Caratuva ou Caratuba se deve a uma vegetal típica de envolvente serrano arbustivo, de muro de um metro de profundeza, da família do bambu (Chusquea pinifolia). Esta vegetal forma o campo rupestre de altitude em alguns dos mais elevados picos do Sul-Sudeste do Brasil e confere uma das características da venustidade do pico.

Picos
Pico Caratuva – 1.860 metros

A Pedra da Macela está a 1.840 metros de altitude na lema dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. No topo da Pedra tem-se uma vista de 360° da região de Cunha e em dias claros avistam-se a Ilhéu Grande e as baías de Calheta dos Reis e Paraty.

Picos
Pedra da Macela – 1.840 metros

Pico culminante do Setentrião de Minas com 1.825 metros supra do nível do mar. O chamado Pico Formosa é uma das regiões de mais difícil chegada em toda a masmorra do espeinhaço em Minas. É uma região, até portanto muito preservada e que foi pouco estudada.

Picos
Pico Formosa – 1.825 metros

O Parque Estadual Pedra Azul foi criado em 1991 para proteger o patrimônio originário da região, em peculiar a famosa Pedra Azul, uma formação rochosa de granito com 1.822 m de profundeza, atração que pode ser vista de longe, localizado nos municípios de Domingos Martins e Vargem Subida. Abrange as localidades de Pedra Azul, São Sebastião do Aracê e São Paulo do Aracê, província de Aracê, em Domingos Martins; e o província de Castelinho, em Vargem Subida. Leia mais…

Picos
Pedra Azul – 1.822 metros

O Pico Itapiroca é a quinta serra mais subida da Região Sul do Brasil, com 1805 metros de altitude. É uma formação rochosa de granito e gneisse, entre o município de Antonina e Planura Grande do Sul, no conjunto de serra chamado Ibitiraquire.

Pico Itapiroca
Pico Itapiroca – 1805 metros

A Serra da Piedade, um dos picos mais elevados da serrania do Espinhaço, com altitude de 1.783 metros, localiza-se no município de Caeté, lema com Sabará. Sua história está estreitamente ligada a ocupação do território mineiro, uma vez que um dos mais significativos referenciais utilizados pelos primeiro aventureiros em procura de ouro.

Pico da Piedade
Pico da Piedade – 1.783 metros

Pico Agudo é uma elevação rochosa com 1.703 metros de altitude, e que faz segmento da masmorra de montanhas da Serra da Mantiqueira paulista.

Seu cume é lugar de prática de voo livre. Neste lugar, há um mirante com visão panorâmica da região. Está situado no município de Santo Antônio do Pinheiral, São Paulo.

aventureiro
Pico Agudo – 1.703 metros

O Dedo de Deus é um pico com 1 692 metros de altitude e tal qual perímetro se assemelha a uma mão apontando o dedo indicador para o firmamento. É um dos vários monumentos geológicos da Serra dos Órgãos, que fica localizada na Serra do Mar, entre as cidades de Petrópolis, Guapimirim e Teresópolis, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil.

Picos
Pico Dedo de Deus – 1.692 metros

O Pico do Gavião é uma elevação montanhosa localizada em Andradas, sul de Minas Gerais e uma atração turística do estado.

Considerado uma vez que um dos melhores locais do mundo para a prática de voo livre. A vista a partir do cima dos seus 1.663 m de altitude contempla várias cidades da região. Já recebeu etapas de campeonatos nacionais e internacionais.

Picos
Pico do Gavião – 1.663 metros

Esta é uma lista das picos do Brasil por altitude supra do nível do mar. Manancial: IBGE

(Visited 214 times, 7 visits today)

you are watchingt: 30 Picos mais altos do Brasil, programe sua próxima aventura!
Source Website: https://sacaairports.org
Categoría: brasil

Leave a Reply