LinkedIn: o que é, para que serve e como usar (passo a passo)

Se você não quer perder o foco do seu negócio, precisa saber o que é LinkedIn e como usar na sua empresa.

Simplesmente porque essa é a plataforma certa para estar em contato com outras pessoas que vão te ajudar a evoluir como profissional.

Até porque, quando você está entrando no mundo do empreendedorismo, as pessoas que estão ao seu volta provavelmente não te apoiam muito.

Acham que você está louco, falam que não vai dar patente, que é muito perigoso… Não botam fé na sua teoria.

Mesmo quem te governanta e se preocupa com você tende a desencorajar a sua empreitada empreendedora.

Acredite, eu sei muito como é. De vez em quando eu ainda escuto dos meus pais que deveria ter prestado concurso público.

E é exatamente por isso que eu estou te alertando para o vestuário de que você precisa ter controle do seu envolvente e se ladear de pessoas que possam trocar experiências contigo durante essa jornada.

Quando você controla o seu envolvente, as suas chances de sucesso aumentam consideravelmente.

Digo isso principalmente para quem está começando agora nesse mundo do empreendedorismo.

Para entender melhor do que eu estou falando, pense em uma pessoa que acabou de encetar uma dieta.

Agora pense em como é muito mais difícil ela se manter no seu objetivo se tiver outras pessoas que não estão nem aí para sustento saudável ao lado dela.

Eu sei que é difícil, porque eu também faço dieta.

E eu digo principalmente no início porque é justamente quando você ainda está se acostumando.

Agora, a pessoa que já está nesse estilo de vida há mais tempo, está mais impenetrável a esse tipo de coisa.

Mesmo assim, é sempre bom estar contornado de pessoas que tenham o mesmo objetivo que o seu.

Logo, você precisa se inserir em um envolvente que te promova isso, esse pertencimento, essa coletividade em procura de um objetivo em generalidade.

É assim que funciona. Quer seguir a dieta certinho? Ande com pessoas saudáveis.

Quer ser músico? Ande com outros músicos.

Quer ter resultado em qualquer superfície? Ande com sabe gerar resultado. E por aí vai…

Nos negócios é assim também. E é por isso que estou falando sobre o LinkedIn.

Você pode até me perguntar: mas por que o LinkedIn, especificamente, Hugo?

A resposta é simples. Porque as outras redes sociais não têm o foco no profissional.

O LinkedIn sim. Lá no LinkedIn você não vai ver vídeo de gatinho, foto de amigos e familiares.

Na verdade, ele te dá a possibilidade de se ladear de pessoas que entendem o que você está vivenciando, pessoas que podem compartilhar experiências com você.

Um lugar para aprender e ensinar. Onde o coletivo cresce junto.

Logo é lá que você precisa estar para não perder o seu foco.

Para permanecer por dentro de outras vantagens dessa rede social para o seu negócio, é só permanecer comigo.

Até o final deste item você vai saber o que é, para que serve, como funciona e ainda 5 dicas para usar o LinkedIn da melhor maneira na sua empresa.

Vamos?

O que é LinkedIn?

O que é LinkedIn?

Linkedin é uma rede social voltada para relacionamentos profissionais que pode ser usada para encontrar ocupação, anunciar vagas, fazer parcerias e networking.

Para quem quer produzir o seu currículo online, se desenvolver na curso e ter uma posição de destaque no mercado de trabalho, o LinkedIn é uma das melhores ferramentas.

Atualmente com mais de 500 milhões de usuários, ele é considerado a maior rede social profissional que existe.

Assim como outras mídias sociais, ele possibilita a interação entre os membros e o entrada é, em grande secção, gratuito e bastante intuitivo.

A grande diferença é que essas interações têm relação direta com a sua curso (para o muito ou para o mal) e com o sucesso da sua empresa.

Não que nas outras redes sociais você não possa manter contatos profissionais. Mas o LinkedIn é voltado especificamente para esse termo.

A plataforma conta com mais de 300 milhões de usuários ativos no Brasil, que é um dos países que mais troca experiências profissionais através do site.

E como ela está disponível em 24 idiomas, abrangendo usuários de 200 países, permite que você estabeleça muitas conexões com outros profissionais que sejam relevantes para o seu negócio.

No LinkedIn, a disputa pela atenção dos usuários é menor do que em outras redes, já que as empresas não precisam competir com publicações pessoais, de familiares e amigos.

Mesmo que tenha muita coisa a melhorar no quesito usabilidade, a plataforma se mantém firme e poderoso no que se propõe a fazer – que é conectar profissionais e empresas.

Para que serve o LinkedIn?

Para que serve o LinkedIn?

Você já sabe o que é o LinkedIn e qual a sua dimensão como rede social no Brasil e no mundo.

Agora, para que serve essa rede social?

Sendo muito direto ao ponto cá, ela serve, basicamente, para:

  • Conectar profissionais de todo o mundo;

  • Conectar amigos profissionais;

  • Compartilhar conteúdos;

  • Trocar experiências sobre o mercado de trabalho;

  • Promover a si mesmo (marketing pessoal) ou a sua empresa;

  • Facilitar a procura por profissionais capacitados e empresas.

Quando foi inaugurado, o LinkedIn tinha algumas funções básicas e objetivos mais simples, como aumentar a conexão entre profissionais de diversos mercados.

Porém, com o aumento de inscritos na plataforma, ela foi se adaptando a diferentes realidades e adquirindo outras funcionalidades, e acabou se tornando uma rede social muito mais completa voltada para os negócios.

E hoje em dia existem alguns objetivos mais específicos, dependendo de cada tipo de usuário e seu objetivo, como por exemplo:

Procurar ocupação

Profissionais e estudantes que procuram por um novo ocupação ou estágio, por exemplo, podem aproveitar a plataforma para se conectar com empresas e vulgarizar o seu currículo.

Com a versão gratuita já é verosímil ter um bom alcance para esse objetivo, já que mais de 90% dos recrutadores acompanham o LinkedIn regularmente.

Leia mais:  O que é permuta? - Blog do Stoodi

Para saber de oportunidades abertas, o usuários pode ir até a aba “Vagas” e fazer pesquisa de contrato com os seus interesses por função, setor e até mesmo localidade.

As pessoas responsáveis por contratar profissionais qualificados para as empresas conferem os perfis e habilidades dos candidatos.

Por isso, é recomendável que os profissionais mantenham seus perfis atualizados e, de preferência, agreguem valor sempre às suas competências.

Anunciar vagas

Da mesma forma, as empresas têm nas mãos uma utensílio poderosa na hora de ir detrás de colaboradores talentosos para inventar sua equipe.

Digo isso porque a plataforma te possibilita anunciar vagas específicas de contrato com o que você procura para o seu negócio.

E, assim que um usuário se candidata para uma das vagas, você consegue reunir informações completas e objetivas sobre ele, o que facilita muito na hora da estudo.

Muitas empresas já adotaram essa rede social como aliada em seus processos seletivos, inclusive, 79% dos recrutadores afirmam já ter contratado através do LinkedIn.

Caso você tenha interesse em usar esse recurso no seu negócio, dá uma olhada em como é fácil anunciar uma vaga em unicamente 5 passos:

Passo 1: Na página principal do LinkedIn, procure a opção “Ofício” e clique em “Anuncie uma vaga”.

Passo 2: Clique no banner escrito “Anuncie uma vaga” que vai desabrochar na próxima página.

Passo 3: Preencha o formulário com o nome da sua empresa e as informações do missão em questão.

Não esqueça de dar alguns detalhes sobre o anunciante, para tornar sua vaga mais atrativa para os bons profissionais.

Passo 4: Defina as regiões de alcance do seu pregão e por quanto tempo quer mantê-lo no ar.

Com essas informações, o LinkedIn vai te expor o preço de anunciar a vaga. Se você estiver de contrato, basta clicar em “continuar”.

Passo 5: Escolha uma forma de pagamento e espere o pregão entrar no ar.

Pronto! Agora é esperar e torcer para que candidatos bons e talentosos se deparem com a sua vaga. 😀

Networking

Esse talvez seja o objetivo mais importante do LinkedIn, como eu já falei no início deste texto.

Porque ter boas conexões é sempre importante, não importa em qual lanço da vida profissional você esteja.

E nessa rede social, você pode trocar informações, recomendar ou parabenizar seus contatos por novos cargos ou empregos e ainda saber pessoas novas.

Para saber profissionais relevantes do seu ou de qualquer outro nicho, fique sengo aos grupos e fóruns de discussão.

Ou por outra, há um espaço em cada perfil inteiramente devotado às habilidades e recomendações, informações que são públicas e ficam visíveis, que podem passar uma boa sensação para quem acessa.

Você pode pedir a antigos chefes e colegas que falem sobre como é trabalhar com você e fazer o mesmo em relação a eles.

Estar conectado com pessoas que têm teor de valor para compartilhar possibilita que você se mantenha atualizado e agregue mais conhecimento à sua bagagem.

E passar suas experiências para frente te ajuda a aumentar sua credibilidade e poder, e a se estabelecer como profissional.

Por isso, não deixe de interagir com outros usuários da sua comunidade no LinkedIn e fortalecer seu networking.

Como funciona o LinkedIn?

Como funciona o LinkedIn?

Comparando com as redes sociais mais conhecidas, no universal, ele funciona de forma muito similar ao Facebook, principalmente no quesito interações.

O LinkedIn possui versões paga e gratuita, sendo que na gratuita você já tem entrada a várias funcionalidades que podem fazer muito pelo sucesso da sua empresa, como você vai ver mais para frente.

Depois que você cria um perfil, é verosímil ampliar dados pessoais, informações para contato, e experiências acadêmicas e profissionais.

E ainda tem um espaço reservado para que você faça um resumo sobre sua curso, onde você aditar publicações, portfólios e links para um site ou blog.

Para muitos profissionais, funciona como um currículo online, onde todo usuário pode deixar suas informações disponíveis para amigos, contatos do trabalho e outros profissionais que utilizam a plataforma.

Já para as empresas que estão investindo nessa rede social, ela funciona como um grande “banco de talentos”, que facilita a encontrar e recrutar bons profissionais.

Ou ainda como mais uma utensílio de marketing para vulgarizar o seu próprio negócio.

Agora, o grande diferencial do LinkedIn para nós, empreendedores, é a possibilidade de saber e interagir com outros empreendedores ou profissionais do mercado no qual atuamos.

Ou por outra, a plataforma tem algumas funcionalidades mais específicas que te ajudam a fortalecer ainda mais a sua marca, como por exemplo:

Conexões

No LinkedIn, os contatos são chamados de conexões.

Essa relação entre os usuários possibilita interligar e verdadeiramente conectar pessoas e empresas que compartilham os mesmos interesses profissionais.

Podem ser pessoas conhecidas ou não, mas o ideal é que sejam ligadas à sua superfície de atuação.

São esses contatos que você consegue seguir diretamente e depreender com suas publicações.

E a verdade é que você conta não só com a sua rede de conexões, mas com a rede de todas as pessoas com quem você está conectado.

Funciona assim: se você tem 100 conexões e essas 100 também têm outras 100, significa que seu perfil estará disponível a um totalidade de 10.000 conexões quase que diretamente.

E se você quer propagar ideias da sua marca, fortalecer e invadir tanto clientes quanto profissionais, você tem uma repercussão muito maior nessa rede social.

Grupos e empresas que você segue também podem ajudar no aumento da sua visibilidade.

Ou seja, todos os profissionais que seguem essa empresa ou grupo também estarão direta ou indiretamente ligados a você.

Grupos

Eu acabei de te falar que grupos te ajudam a ter mais visibilidade no LinkedIn. Mas como eles funcionam, por fim de contas?

É assim: pessoas com interesse em generalidade em determinado tema podem perfurar fóruns para discutir e trocar experiências de uma forma mais organizada e direta.

Essa utensílio permite que você saiba o que seu público está falando e quais as principais dúvidas dos profissionais da sua superfície.

Leia mais:  O que é arte? A definição e os diferentes tipos

Pulse

O LinkedIn Pulse é uma utensílio voltada para produção de teor.

Nela os usuários podem grafar artigos e compartilhá-los com as suas conexões, permitindo uma importante troca de ideias e interação entre os profissionais da rede.

Além de teor escrito, você pode incluir fotos, vídeos e links para deixar o seu teor ainda mais atrativo.

Depois, ainda é verosímil mensurar o alcance com o número de visualizações e curtidas da publicação.

Apesar de ser individual a usuários e não desimpedido às páginas corporativas, você pode aproveitar dos benefícios do LinkedIn Pulse.

Basta produzir o seu teor como pessoa física e depois compartilhar na página da sua empresa.

O importante é não deixar de lado essa utensílio que te possibilita lucrar credibilidade, crédito e ser referência entre os profissionais da sua superfície. 😉

5 dicas de como usar o LinkedIn na sua empresa

5 dicas de como usar o LinkedIn na sua empresa

Bom, chegou a hora de saber como extrair o melhor dessa rede social ao usar o LinkedIn na sua empresa.

Por isso, eu separei 5 dicas muito boas para te ajudar a impulsionar a sua presença na plataforma e aumentar suas conexões relevantes. Olha só:

1. Crie uma company page

Essa dica pode até parecer óbvia, mas não é e eu preciso te manter presente para a relevância de ter uma página corporativa.

Acontece que tem muito empreendedor, principalmente quem está no início da jornada, que acha que pode encetar a promover o seu negócio por si mesmo, com seu próprio perfil pessoal e unicamente para as pessoas mais próximas.

Acredito que faça isso por estar começando no mundo do empreendedorismo. Mas não é assim que funciona.

Desde o início, sua empresa precisa de um espaço nas redes sociais exclusivamente para ela. E com o LinkedIn não seria dissemelhante.

As company pages, por exemplo, permitem que a sua marca construa uma audiência, a qual você pode nutrir sempre com novos conteúdos de qualidade.

Mas não é preciso só isso.

É importante que você mantenha o seu espaço e suas informações sempre atualizadas, principalmente com materiais que agreguem valor à sua marca.

Você pode publicar, por exemplo, novos artigos do seu blog ou vídeos que saíram durante a semana no seu ducto.

A frequência é por sua conta e depende do seu nicho, do seu público, do tamanho da sua empresa, etc.

O que importa é manter a consistência.

2. Publique teor relevante

Os usuários se conectam com sua empresa porque se interessam pelo tipo de negócio que você conduz, por oportunidades em potencial, pelo resultado ou serviço que você oferece.

Acontece que quanto mais valor você entrega às pessoas que te acompanham, mais crédito você ganha e se torna uma referência maior na rede.

E o que você pode fazer para conseguir tudo isso?

Isso mesmo…

Teor. Teor dos bons.

É fundamental que você publique materiais relevantes para o seu público.

Aproveite a funcionalidade do LinkedIn Pulse para fazer publicações sobre assuntos que sua empresa domina.

Ou portanto compartilhe links diretamente do seu blog ou ducto do Youtube, por exemplo.

Eu sugiro ainda que você os disponibilize em modo público, dê a possibilidade de compartilhamento em outras redes sociais e abra espaço para comentários (o que é ótimo para receber feedbacks).

3. Participe de grupos

Participar de grupos é uma das melhores maneiras de usar o LinkedIn a obséquio da sua empresa.

Simplesmente porque estar nos grupos certos pode perfurar oportunidades para o seu negócio, de maneira simples e barata.

Veja muito: se você contribui com discussões relativas à sua superfície, você fica em evidência nos grupos.

E as discussões mais populares geralmente ficam no topo da página. Logo, você tem mais visibilidade.

Além de uma participação ativa, você tem a chance de compartilhar com os outros membros outros conteúdos relacionados à sua marca de forma contextualizada dentro de um tópico.

Para encontrar os grupos certos para a sua empresa, você pode monitorar quais são os grupos que outros especialistas na sua superfície ou os seus potenciais clientes estão.

É a partir dos interesses deles que você consegue mapear os grupos nos quais sua empresa também deveria estar.

Só não esquece que não adianta zero estar no lugar patente se você não oferecer zero de valor para quem está lá dentro.

Quanto mais relevante for a sua participação, melhor para a imagem da sua marca.

4. Anuncie

Pode parecer estranho, já que até pouco tempo essa funcionalidade não era muito generalidade na plataforma.

(Inclusive, vou falar melhor sobre isso em um post totalmente voltado para o uso do LinkedIn para empresas).

Mas, ultimamente, uma das preciosidades dessa rede social para as empresas são os anúncios.

Você pode remunerar para que o seu teor ou campanha apareça em larga graduação, para a pessoa certa, na hora certa.

Os anúncios do LinkedIn têm muito potencial, já que a segmentação deles consegue ser mais específica até mesmo que o Facebook, que é uma das melhores plataformas para se investir em tráfico pago hoje em dia.

Tirando o vestuário de que você consegue depreender e atingir tomadores de decisão dentro do mercado em que você atua.

Por isso, não ignore essa funcionalidade da plataforma.

5 – Otimize sua página e seu teor

Algumas estratégias de otimização te ajudam a aumentar significamente o alcance da sua página e do teor que você produz e disponibiliza por lá.

Algumas delas são:

Usar palavras-chave: elas são usadas para aprimorar o resultado das buscas feitas pelos usuários.

Pense nos assuntos relevantes para o seu público e use palavras centrais sobre esse tema no seu teor e ao longo da sua página.

Isso permite que mais pessoas possam encontrar sua company page e os seus conteúdos.

Otimizar sua URL: a sua URL, ou seja, o domínio da sua página corporativa pode e deve ser otimizado. De preferência para o mesmo domínio que sua empresa costuma usar nas outras redes sociais.

Leia mais:  O que é resiliência? - Portal

Se não for verosímil ou se o nome da sua empresa já estiver em uso, tente aditar um tanto relacionado junto ao nome, como a superfície de atuação, por exemplo.

Aumentar sua rede de conexões: ao aumentar o número de conexões, você aumenta também o seu tráfico orgânico, por tábua.

Lembra que eu te falei lá em cima que você consegue depreender não somente as suas conexões diretas, mas as conexões diretas da sua lista de conexões? Pois é.

Ao expandir sua rede de contatos, você aumenta e escalona também o seu alcance de uma forma mais simples e barata que os anúncios. 🙂

O melhor de tudo é que essas dicas podem ser colocadas em prática hoje mesmo.

E se você seguir cada uma delas, as chances são que o seu negócio vai ter muito mais visibilidade no LinkedIn.

Agora, para te ajudar com a dica número #1, segue o…

Passo a passo para produzir uma página corporativa no LinkedIn

Passo a passo para criar uma página corporativa no LinkedIn

Uma das dicas que eu te dei no tópico anterior foi produzir uma página corporativa para a sua empresa.

Esse é o primeiro passo para você solidar a sua marca na plataforma.

Logo, para que você não tenha mais dúvidas sobre esse processo, cá vai um passo a passo muito simples de como ter a sua própria Company Page.

#1 – Clique na aba “Soluções”, que fica no quina superior recta da página inicial, e depois em “Fabricar uma Company Page”.

Ou portanto clica nesse link cá, que você vai tombar na seguinte página:

Passo 1

Nessa lanço, você escolhe em qual categoria a sua empresa está atualmente.

#2 – Complete suas informações de cadastro

Passo 2

Obs.: O nome da sua página não precisa ser individual, mas a URL sim.

Só com uma URL exclusiva os mecanismos de procura e os usuários da plataforma encontrarão sua página.

#3 – Confirme que você pode produzir uma página em nome da empresa, na caixa de verificação e, logo em seguida, clique no botão “produzir página”.

#4 – Clique em “Comece já” para encetar a sua página corporativa.

Se você ainda tiver dúvidas de como fazer esse processo, clique cá para ver um guia mais detalhado feito pelo próprio LinkedIn.

Use o LinkedIn para vender mais

Use o LinkedIn para vender mais

Com tudo que você viu até cá, já tem nas mãos um belo material para uma presença poderoso e consolidada no LinkedIn.

Mas não basta estar presente na plataforma.

É preciso encontrar nela soluções que, alinhadas com as demais estratégias da empresa, sejam capazes de encher o seu bolso no final do mês.

Por mais que networking seja fundamental para o desenvolvimento da sua empresa, é o teor de valor que conquista o seu potencial cliente no termo das contas.

Logo, aproveite essa rede social que segmenta muito muito o seu público para oferecer um tanto de extremo valor para eles.

E eu sugiro que você faça isso através de uma landing page caprichada e personalizada, que pode ser tranquilamente compartilhado na sua company page.

Eu digo isso porque, dessa forma, você além de oferecer um material relevante, você consegue captar uma forma de contato com o seu potencial cliente, de preferência o email.

Com isso, esse potencial cliente se torna uma lead qualificada para o seu negócio.

É por meio desse contato com suas leads que você cria um relacionamento mais próximo, faz uma abordagem mais direcionada e aumenta as suas chances de fechar a venda.

O Klickpages é a utensílio ideal para te ajudar a depreender esse objetivo!

Você só precisa seguir esses três passos para produzir sua própria landing page:

  • Escolha seu padrão: há opções de subida conversão comprovada através de testes.

  • Customize a página: depois, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  • Publique: por termo, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Epílogo

Conclusão O que é LinkedIn

Saber o que é e para quê serve o LinkedIn já não é mais um problema para você depois deste item.

Porque eu te mostrei em detalhes como funciona essa plataforma e quais as suas principais funcionalidades, como os grupos de discussão e a rede de conexões.

E ainda como algumas funcionalidades, como o LinkedIn Pulse, te ajudam a ter mais visibilidade e credibilidade com os seus potenciais clientes.

Ou por outra, eu te mostrei 5 dicas de como usar essa rede social na sua empresa, como otimizar sua página e os seus conteúdos, e participar de fóruns sobre assuntos que você domina, por exemplo.

Muito como anunciar na plataforma – um recurso ainda não tão muito explorado como deveria, na minha opinião.

Você sai deste texto sabendo o passo a passo para produzir a sua company page e como usar o LinkedIn para vender mais.

E ainda esse mês eu vou publicar cá no blog um item totalmente voltado para o uso do LinkedIn por empresas. Fica ligado!

E você? Já usa o LinkedIn para encontrar bons profissionais para o seu negócio e controlar o seu envolvente como empreendedor?

Compartilha cá comigo nos comentários a sua experiência com essa plataforma. Abraços!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Responsável

Hugo Rocha

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Do dedo e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil.
Atualmente está a frente da equipe de tráfico e desenvolvimento da Ignição Do dedo e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfico nos últimos 12 meses com ROI supra de 300%.


you are watchingt: LinkedIn: o que é, para que serve e como usar (passo a passo)
Source Website: https://sacaairports.org
Categoría: o que

Leave a Reply