[Resenha] O Que O Sol Faz Com As Flores — Rupi Kaur

Título: O Que O Sol Faz Com As Flores
Título original: The Sun and Her Flowers
Responsável: Rupi Kaur
Tradução: Ana Guadalupe
Editora: Planeta
Número de Páginas:  256
Ano de Publicação: 2018
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♥ Americanas ♥ Submarino

Da mesma autora de “outros jeitos de usar a boca”, best-seller com mais de 100 milénio exemplares vendidos no Brasil.
“o que o sol faz com as flores” é uma coletânea de poemas arrebatadores sobre prolongamento e trato. ancestralidade e honrar as raízes. expatriação e o sazão até encontrar um lar dentro de você.
organizado em cinco capítulos e ilustrado por Rupi Kaur, o livro percorre uma extraordinária jornada dividida em murchar, desabar, enraizar, crescer, florescer. uma celebração do paixão em todas as suas formas.

O Que O Sol Faz Com As Flores é mais uma coletânea de poemas de Rupi Kaur. A autora, que estourou com Outros Jeitos de Usar a Boca, mantém seu estilo rápido, fluido e intenso para tratar de temáticas diversas.

Uma vez que em seu outro livro, O Que O Sol Faz Com As Flores se divide em partes — Murchar, Desabar, Enraizar, Crescer, Florescer — que exploram temas desde desilusões e perdas a prolongamento, empoderamento, ancestralidade e outros. Ainda, não somente as temáticas são variadas quanto os poemas em si. Alguns são compostos por somente um verso, enquanto outros se estendem por páginas. Sendo assim, tudo aquilo que forma os poemas se torna precípuo para interpretá-los, sobretudo nos menores: títulos e desenhos aparecem uma vez que partes de um todo.

Ainda que a versatilidade de Rupi Kaur permita com que ela aborde questões diversas, seu estilo próprio está presente em cada verso e faz da obra una. O que mais despertou minha atenção foi a sinceridade quase brutal com que a autora se derrama pelas páginas, o que é sentido na fluidez tão presente na leitura. É quase uma vez que se os versos fossem escritos de um só fôlego, em um momento de desabafo. Assim, é quase impossível não se identificar com ao menos alguns dos poemas e não sentir a intensidade presente neles.

Mesmo minha experiência emocional foi variada nessa leitura. Se em alguns momentos me senti motivada, abraçada ou confortada, em outros o impacto foi tão brutal quanto um soco. Há poemas que retratam abusos, outros que representam realidades cruéis; mesmo os que tratam de desilusões amorosas — e tão universais — funcionam uma vez que pancadas. Mais uma vez, é a sinceridade de Rupi que faz da leitura tão visceral.

Mais uma vez, me senti encantada pela trova de Rupi Kaur, ainda que um ou outro poema não tenha me comovido uma vez que os demais. O Que O Sol Faz Com As Flores é, supra de tudo, uma jornada pela própria identidade e pela validação de que viver é uma jornada em si, que abarca as experiências mais diversas possíveis.


you are watchingt: [Resenha] O Que O Sol Faz Com As Flores — Rupi Kaur
Source Website: https://sacaairports.org
Categoría: o que

Leave a Reply